8 alimentos que auxiliam no controle da pressão alta

A hipertensão arterial sistêmica (HAS), ou “pressão alta” como é mais conhecida, é um mal silencioso caracterizado pela elevação dos níveis da pressão arterial. Quando o coração bate, ele contrai e bombeia sangue pelas artérias para todo o corpo e esta força cria uma pressão sobre as artérias.

Quando essa pressão fica muito elevada, podem ocorrer dores no peito, dor de cabeça, tonturas, zumbidos no ouvido e visão turva. A hipertensão pode levar ao acidente vascular cerebral (AVC), infarto agudo do miocárdio, doença renal crônica, aneurisma, arteriosclerose, micro infartos cerebrais, atrofia do músculo do coração – causando arritmia cardíaca – e até morte súbita.

A hipertensão é herdada dos pais em 90% dos casos. Além do histórico familiar, o avanço da idade também é um dos complicadores, que pode se agravar se combinado com a obesidade, diabetes e intolerância à glicose, conhecida como pré-diabetes. O estilo de vida também é determinante: sedentarismo, estresse, tabagismo, consumo exagerado de álcool e sal também são vilões.

A “pressão alta” não tem cura, mas pode ser controlada por medicamentos e pela adoção de um estilo de vida mais saudável. Neste ponto, vamos falar sobre oito alimentos que auxiliam no controle da pressão arterial e seus benefícios. Também vamos falar sobre dicas de prevenção e tratamento.

1 – Aveia

Fonte rica em fibras, vitaminas e minerais, a aveia auxilia no processo de emagrecimento ao prolongar a sensação de saciedade e retardar o esvaziamento do estômago. Também auxilia no controle da glicose sanguínea. O magnésio presente na aveia, combinado com o cálcio, ajuda no relaxamento muscular e combate o inchaço corporal.

2 – Amêndoas e nozes

Também ricas em magnésio, atuam como vasodilatadores – ampliam os vasos sanguíneos. São ótimas fontes de vitamina E, um dos principais antioxidantes naturais, e por isso, previnem várias complicações cardíacas e ajudam a retardar o envelhecimento.

3 – Fontes de Ômega 3

O consumo de ácidos graxos Ômega 3 acima do valor diário recomendado é altamente benéfico e recomendado por nutricionistas. A substância previne a síntese responsável pela contração dos vasos sanguíneos e auxilia a promoção da abertura dos vasos. O Ômega 3 está presente em peixes como a sardinha, o atum e o salmão e outros alimentos como a linhaça e o azeite.

4 – Ervas e temperos naturais

Salsa, cebolinha, coentro, alecrim, sálvia, manjericão, louro, tomilho, todo tipo de erva pode ser utilizado para substituir o sal, diminuindo assim a ingestão de sódio, um grande vilão dos hipertensos. O sódio atua na retenção de líquidos, aumentando a pressão nas artérias e, consequentemente, o risco de doenças do coração e dos rins.

5 – Alho

Antioxidante de auto poder e fonte de vitamina C, combate os radicais livres e previne o câncer, doenças cardíacas e envelhecimento precoce. Também atua na dilatação dos vasos sanguíneos por conter, entre outros elementos, magnésio e cálcio.

6 – Cereais integrais

Trigo, centeio, granola, cevada em grãos, chia, linhaça, müsli, amaranto, arroz integral, flocos de milho, quinua e a própria aveia são excelentes aliados dos hipertensos. Auxiliam no controle da diabetes, previnem o câncer, ajudam a manter o peso e são importantes no combate a hipertensão por conterem magnésio.

7 – Fontes de potássio

Ao contrário do sódio, que estimula a retenção de líquidos e contribui para aumentar a pressão, o potássio age como um natriurético e contribui para eliminar o sódio do organismo. O potássio está presente no inhame, feijão preto, açaí, abóbora, cenoura, maracujá, banana, abacate, tomate, laranja, espinafre, acelga, alface e em muitos outros alimentos.

8 – Leite e derivados

O cálcio atua na diminuição da pressão sanguínea e também estimula a eliminação do sódio. Pequenas quantidades desse alimento possuem grande concentração do mineral. Os nutricionistas recomendam ainda consumir versões desnatadas e/ou com baixo teor de gordura.

Classificação e valores de referência da hipertensão arterial

A aferição da pressão arterial é feita por meio da combinação de duas medidas: a pressão sistólica (máxima) e a pressão diastólica (mínima).

Quando falamos “sua pressão está 14 por 8”, isso representa dizer que sua pressão sistólica está em 140 mmHg e a pressão diastólica está em 80 mmHg.

Pressão sistólica (PAS) é aquela exercida pelo sangue contra a parede das artérias, é a força da contração do coração. Pressão diastólica (PAD) é a medida do relaxamento das artérias. Esses valores são aferidos em milímetros de mercúrio (mmHg).

Abaixo, os valores de referência da pressão arterial em indivíduos acima dos 18 anos de idade (mmHg):

  • Ótima: PAS: <120 e PAD <80;
  • Normal: PAS: <130 e PAD <85;
  • Limítrofe: PAS: 130-139 e PAD 85-89;
  • Hipertensão estágio 1: PAS: 140-159 e PAD 90-99;
  • Hipertensão estágio 2: PAS: 160-179 e PAD 100-109;
  • Hipertensão estágio 3: PAS: 180 e PAD 110;
  • Hipertensão sistólica isolada: PAS: 140 e PAD <90;

Os estágios, combinados com outras condições que o paciente venha a ter, como diabetes ou histórico de AVC, determinam o grau de chances de morte cardiovascular súbita.

Prevenção

Use seu plano de saúde e consulte o cardiologista periodicamente, para fazer um checkup completo. Faça o acompanhamento com o especialista e meça a pressão com o auxílio de aparelhos manuais ou automáticos. Sempre que notar algum dos sintomas descritos, procure orientação médica.

A medida que vamos envelhecendo a pressão aumenta. Portanto, é importante a adoção de um estilo de vida mais saudável para o melhor controle da nossa pressão arterial. Aí vão algumas dicas:

  • Mexa-se! Ande um pouco, use escadas, evite ficar parado;
  • Hidrate-se! A água ajuda a eliminar o excesso de sódio;
  • Diminua ou abandone o consumo de álcool;
  • Evite o estresse: tente encarar os problemas de uma forma mais amena;
  • Adquira bons hábitos alimentares;
  • Diminua o uso de sal nas refeições;
  • Mantenha seu peso ideal: conte com a ajuda de um nutricionista;
  • Pratique uma atividade física regular;
  • Abandone o fumo;
  • Evite alimentos com alto teor de gordura;
  • Use a rede conveniada e os benefícios do seu plano de saúde.

Tratamento

Existem vários medicamentos para auxiliar no controle da pressão arterial, aliada às medidas de prevenção citadas acima. Procure a orientação do seu médico para determinar qual o melhor método de tratamento.

Além do controle da pressão em si, o tratamento também depende do controle de outros fatores relacionados, como o nível da glicose ou outras referências aferidas em um exame de sangue completo.

Importante: NUNCA faça automedicação. A orientação do seu médico é valiosa para lhe receitar o medicamento e a dosagem certas para o seu caso.

Faça a cotação do plano de saúde e utilize a rede referenciada para realizar o acompanhamento médico adequado. A Araújo Braz Corretora de Seguros tem a confiança das principais operadoras de saúde do Brasil e pode lhe ajudar a escolher a melhor opção para você!

Facebook Comments
%d blogueiros gostam disto: