Dicas para negociar suas dívidas

Em tempos de crise, aumento de preços e aumento do custo de vida, vemos cada vez mais o crescimento da inadimplência em todos os seguimentos da economia. Juros, atrasos, multa, contas, contas… o que fazer para negociar suas dívidas? Preparamos algumas dicas para você sair do vermelho.

Como negociar minhas dívidas?

Dicas para negociar suas dívidas, Contas

Primeiro, você precisa se organizar. Preocupar-se com as dívidas é algo normal, mas não precisa se apavorar, nem concentrar-se totalmente nelas. Afinal, há outras coisas importantes para você dar conta.

Então, prontamente, faça uma lista de todos os seus compromissos financeiros e planeje, de acordo com os seus rendimentos, como pretende arcar com cada um deles.

A sua lista deve contemplar tudo o que você deve em cartões de crédito, cheque especial, carnês, boletos, débitos automáticos na conta bancária, empréstimos, financiamentos e demais despesas. A partir daí, faça a tabela com o orçamento mensal.

Faça uma lista de cortes que podem ser feitos no seu orçamento com a ajuda de toda a família. Procure por ideias novas sobre como gerar uma grana extra. Pense em tudo que pode ser feito para aumentar seus rendimentos.

Em outra coluna, liste tudo aquilo que você pode se desfazer. Quem sabe você descola uma grana vendendo algo que não usa mais?

Estabeleça metas

Dicas para negociar suas dívidas, Calculadora

Depois de listar tudo, avalie e estabeleça um limite de quanto você pode pagar todos os meses. Ao estabelecer esse valor, você saberá quanto tem de margem para negociar o que você deve, dispondo de uma quantia fixa planejada para este fim. Dessa forma, você saberá medir em quanto tempo pagará a dívida em questão.

Considere também uma margem para imprevistos. Sempre pensamos em um cenário perfeito para o desenrolar da vida, mas ter um “plano B” para gastos eventuais pode te ajudar nesse planejamento. Daí, se algo complicar, você ainda estará no controle.

Seja cauteloso com seus rendimentos, meça seus gastos, planeje tudo. De forma que, se precisar de dinheiro em uma situação emergencial, poderá contar com suas economias sem grandes sustos. Previna-se de novos infortúnios.

É hora de negociar!

Dicas para negociar suas dívidas, Planejamento

Pense em todas as perguntas antes de contactar com o seu credor. Junte toda a documentação necessária e estabeleça o diálogo. Alinhe todas as questões e não tome decisões forçadas ou por impulso. Caso esteja com dificuldade, você pode solicitar uma proposta para a quitação da dívida.

Para que a negociação flua bem, você deve se informar de todas as condições que podem ser estabelecidas, desde o prazo e o número de parcelas, juros e até os descontos para a negociação e para a quitação integral.

Lembre-se de que o credor pode tê-lo inscrito nos órgãos de proteção ao crédito, como SPC ou Serasa. Se o seu nome estiver “sujo”, pergunte em quanto tempo deixará esta condição após a negociação.

Ok! Vamos evitar mais dívidas?

Existem várias opções de crédito no mercado. Se você precisa contratar uma linha de crédito, esteja atento a todas as condições, aos juros e prazos. A melhor maneira de obter crédito é se organizar, planejar.

Faça sempre planilhas do seu orçamento para evitar sustos. Reserve ao menos 5% do seu orçamento para cobrir despesas imprevistas. Cuide da sua saúde financeira.

Investir para o futuro

Dicas para negociar suas dívidas, Investimento

Um excelente conselho para a boa saúde financeira é investir em um plano que lhe garanta rendimentos no futuro. A ab. Corretora acredita que, com planos de previdência privada e capitalização, você guarda um pouco todos os meses para complementar sua aposentadoria ou realizar seus sonhos.

O que está esperando para fazer sua reserva financeira? Conte com a ab. Corretora para te ajudar! Acesse o site www.araujobrazseguros.com e solicite um contato dos nossos corretores de plantão.

#aoseuladosempre é a nossa marca!

Facebook Comments
%d blogueiros gostam disto: