Consórcio imobiliário cresce 26% no Brasil em 2017

De acordo com os dados da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (Abac), no ano de 2017 o mercado de consórcio imobiliário registrou aumento de 26,4% em relação aos números de 2016. Foram 284 mil novas cotas do consórcio, contra 225 cotas vendidas no ano anterior.

Junto ao crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2017, que foi de 1% – segundo o levantamento do IBGE, o PIB fechou em R$ 6,6 trilhões – a alta nas vendas do consórcio imobiliário traz a perspectiva de retomada do setor de imóveis no país.

Os números da ABAC também mostram que o volume de crédito comercializado também teve um crescimento expressivo, de 45,1%. Passou de R$ 26,72 bilhões em 2016 para R$ 38,77 bilhões em 2017. O tíquete médio também registrou alta de 14,8%. O valor médio da cota de consórcio imobiliário ficou em R$ 136,2 mil em 2017 ante os R$ 118,6 mil de 2016.

Em dezembro de 2017, o número de participantes ativos em consórcios imobiliários chegou a 832 mil. O número é cerca de 5% acima dos 792,7 mil registrados em dezembro de 2016. Ao longo do ano cerca de 72,85 mil consorciados foram contemplados.

Outro dado interessante é que 3.256 trabalhadores-participantes do consórcio de imóveis utilizaram o saldo total ou parcial de suas contas de FGTS. Dessa maneira, totaliza uma movimentação de cerca de R$ 130,7 milhões.  O uso foi 10% acima do volume de 2016, que chegou a R$ 118,8 milhões com 3.148 consorciados.

Todos estes números apontam para a retomada da economia, após dois anos de recessão. O aquecimento do mercado proporciona uma procura maior por opções de investimento em patrimônio, e o consórcio se apresenta como uma opção vantajosa para quem quer comprar um bem.

Vantagens do sistema de consórcio

A flexibilidade e possibilidade de crédito acessível, sem incidência dos juros praticados pelo financiamento bancário, tem atraído cada vez mais o consumidor.

Veja algumas das vantagens do Sistema de Consórcios de imóveis:

  • O sistema conta com várias opções de crédito, prazos e parcelas que cabem no orçamento do consorciado;
  • Pelo consórcio, o comprador do imóvel não paga juros e não precisa dar entrada e nem mesmo intermediárias;
  • O consorciado tem a possibilidade de usar o saldo do FGTS para dar lance ou aumentar o valor do crédito;
  • O valor da carta de crédito acompanha o reajuste das parcelas (Índice Nacional de Custo da Construção – INCC), o que mantém o poder de compra;
  • A carta de crédito dá ao consorciado o poder de negociar a aquisição do bem à vista, o que lhe confere mais poder na hora de negociar;
  • Ao ser contemplado, o consorciado pode usar a carta de crédito para adquirir um imóvel novo ou usado, para residência habitual ou veraneio, terrenos e até realizar reformas em qualquer localidade do território nacional;
  • O consórcio imobiliário também pode ser utilizado para compra de imóvel comercial ou imóvel para investimento;
  • Após a contemplação, a carta de crédito também pode ser utilizada para quitar um financiamento ou consórcio de outra administradora em nome do próprio consorciado;
  • O sistema de consórcio conta com legislação específica e a administradora deve ser autorizada e fiscalizada pelo Banco Central, o que traz mais segurança ao consumidor.

Ao seu lado sempre

A Araújo Braz Corretora de Seguros lhe dá toda assessoria para a contratação do seu consórcio imobiliário, com as melhores opções de sociedade de consórcios do mercado nacional. Utilize nossa página de cadastro e envie seus dados para solicitar uma cotação. Nós retornamos o contato, seja por telefone, whatsapp ou e-mail. Entre em contato para saber das oportunidades em consórcios disponíveis e conte conosco para fazer a sua adesão!

Facebook Comments
%d blogueiros gostam disto: