Conheça todas as formas da hepatite

O fígado é um dos maiores órgãos do nosso corpo e seu bom funcionamento é vital para a saúde. Uma das principais ameaças é uma condição inflamatória conhecida como hepatite.

Trata-se de qualquer degradação do fígado por diversas causas. As mais comuns são as infecções contraídas pelos vírus tipos A, B e C. O abuso de álcool ou de remédios também causa danos ao fígado. Há ainda um sexto tipo, denominado de hepatite autoimune.

O fígado converte os nutrientes dos alimentos em substâncias que são utilizadas pelo corpo humano para diversas funções. O órgão também ajuda na produção das proteínas que atuam no coágulo sanguíneo. E ainda produz a bile, líquido digestivo que quebra e processa moléculas de gordura.

Conheça todas as formas da hepatite, vírus

A inflamação ou a rigidez do fígado pode prejudicar sua funcionalidade e afetar outros processos vitais do organismo. Conheça agora quais são os tipos de hepatite existentes, além da prevenção e do tratamento para cada um.

Hepatite A (HAV)

O vírus da Hepatite A é transmitido pela água ou por alimentos contaminados, como mariscos crus ou qualquer outro item lavado com água imprópria. Também é sexualmente transmissível.

Quando a água tiver quantidades microscópicas de cloriformes fecais com o vírus, será o bastante para se contaminar. É preciso cuidado na hora de lavar ou manipular alimentos e observar a qualidade da água utilizada.

Até mesmo pela falta de conscientização, somos altamente vulneráveis a contrair o HAV. Por isso, é importante higienizar as mãos e os alimentos antes do seu consumo. O HAV é de origem alimentar e por isso pode contaminar qualquer pessoa.

Sintomas da Hepatite A

Dores no estômago, diarréia, febre e icterícia (pele e olhos amarelados), que podem durar por vários meses.

Curiosidades

Conheça todas as formas da hepatite, água

O contato com a água contaminada é a causa principal do contágio. Não há problema em usar o assento do toalete, mas se tiver contato com a água suja certamente vai contrair o vírus.

Vacina

Mesmo o vírus sendo transmitido de forma muito rápida e muitas pessoas se recuperando sozinhas, o HAV pode ser evitado por meio da vacinação.

O uso da vacina é recomendado para todas as crianças de um ano ou mais, para todos os que viajam a locais de risco ou mesmo para aqueles que possuirem alguma condição agravante para infecção.

Hepatite B (HBV)

Diferente do HAV, a hepatite B é transmissível por meio do sangue ou outros fluídos corporais, como o leite materno, por exemplo. Compartilhar agulhas também é um fator de risco.

O HBV pode levar a cirrose e ao câncer de fígado. Muitas pessoas porém não apresentam sintomas do vírus.

Contágio

Se você é de um país ou região com alto índice de ocorrências do HBV, ou teve vários parceiros sexuais, usou drogas injetáveis ou precisou de transfusões de sangue, converse com um médico para realizar exames. Estas são as principais formas de contágio da hepatite B.

Curiosidades

Esta é uma doença que se adaptou ao longo dos anos. Pesquisadores ingleses detectaram formas inativas do vírus em esqueletos da idade do Bronze na Europa e na Asia, estimando que este já pre-exista há mais de 600 anos.

Estima-se que cerca de 2,2 milhões de pessoas tenham contraído o vírus só nos Estados Unidos, de acordo com o Departamento de Saúde e Serviços Humanos local.

Vacina

A vacina para o HBV existe desde os anos 80 e é 95% efetiva se administrada de forma correta. Requer aplicação em três doses ao longo de seis meses.

Porém, a HEPLISAV B, nova vacina contra o HBV vem sendo testada e requer duas aplicações dentro do período de um mês. Cientistas acreditam na cura da doença, e alertam que a imunidade deve ser para 100% da população.

Hepatite C (HCV)

Transmitido pelo sangue contaminado ou por relações sexuais, a hepatite C também pode ser de difícil detecção. O HCV reduz as respostas do sistema imunológico quando presente no organismo.

Curiosidades

Conheça todas as formas da hepatite, exame de sangue

O diagnóstico é a chave para evitar problemas hepáticos mais sérios. Pessoas com HIV podem ter maiores complicações ao contraírem o HCV.

Tratamento

Ao longo das décadas, o transplante de fígado deixou de ser a única forma de cura. Hoje existem medicamentos que podem restaurar o órgão em 12 semanas.

90% das pessoas podem ser tratadas com sucesso e com efeitos colaterais mínimos . No entanto, os medicamentos para HCV não estão chegando a todas as pessoas que precisam deles. Infelizmente, medicamentos para o combate da hepatite C ainda são caros e menos de 10% dos pacientes crônicos conseguem receber os remédios.

Hepatite D (HDV)

É a forma mais grave da hepatite, também conhecida como “hepatite delta”. Apesar disso, é considerado um vírus “incompleto”, isso porque requer que o indivíduo já contenha o vírus HBV.

Cerca de 240 milhões de pacientes no mundo possuem o HBV, e destas, cerca de 20 milhões podem também ter a forma delta do vírus.

Curiosidades

Conheça todas as formas da hepatite, vacina

Uma vacina contra o HBV pode protegê-lo do HDV. O único tratamento para o HDV é tratar o HBV.

Existem várias frentes de desenvolvimento de vacinas contra o HDV. Um deles é o Lonafarnib, um medicamento originalmente destinado a tratar diferentes tipos de câncer, pode impedir que o HDV se replique.

Hepatite E (HEV)

Assim como a hepatite A, o HEV também é transmitido via alimentos e água contaminados. É mais comum em locais onde o saneamento básico é precário ou escasso.

Curiosidades

É de extrema importância cuidar da higiene antes de se alimentar. Lavar as mãos é fundamental para afastar-se da contaminação. Pequenos cloriformes fecais presentes na água ou nos alimentos a serem consumidos são suficientes para o contágio.

Evite também beber água que não tenha sido purificada. Ao viajar para qualquer lugar, cuide para comer alimentos totalmente cozidos, uma vez que algumas formas do HEV foram ligadas a carnes, principalmente de porco, javali ou veado.

Tratamento

Assim como a HAV, a hepatite E também desaparece sem tratamento específico. Porém, já existe uma vacina que vem sendo desenvolvida e licenciada na China.

Hepatite autoimune

Inflamação crônica devido a um distúrbio do sistema imune, que passa a reconhecer as próprias células do fígado como estranhas e começa a ataca=lo.

Os principais sintomas são dores abdominais, pele amarelada e fortes náuseas. Geralmente surge antes dos 30 anos de idade e é mais frequente em mulheres. Ainda não há uma causa exata para o distúrbio.

Esse tipo de hepatite não é contagioso. Pode-se dividir em dois tipos: Pode ser controlada por tratamento com Prednisona e Azatioprina, combinada a uma dieta equilibrada rica em fibras e evitando o consumo de álcool, gorduras, conservantes e alimentos tratados com agrotóxicos.

Cirurgia ou transplante são indicados para casos extremos.

Tipos de hepatite autoimune

Tipo 1: Detectada pela presença dos anticorpos FAN e AML no exame de sangue, é comum em pessoas com idade entre 16 e 30 anos.

Tipo 2: Detectado pela presença do anticorpo Anti-LKM1, pode surgir junto com a diabetes, vitiligo ou tireoídite autoimune. Crianças de 2 a 14 anos são mais propensas a desenvolver esse tipo.

Plano de saúde

Para cuidar da sua saúde com precisão e segurança, faça um plano de saúde na ab. Corretora.

Você conta com uma rede credenciada ampla, hospitais, clínicas e centros de exame qualificados. Assim é mais fácil fazer o acompanhamento médico e evitar que seu problema se agrave.

Peça sua cotação na ab. Corretora. Solicite o contato de um dos nossos corretores! #aoseuladosempre

Faça seu plano de saúde com a ab. Corretora

Facebook Comments
%d blogueiros gostam disto: