Como está o planejamento do seu futuro?

Por Diana Dantas, Icatu Seguros

“Vida é o que acontece, enquanto você está ocupado fazendo outros planos”. A frase do escritor americano Allen Saunders, imortalizada na música “Beautiful Boy”, de John Lennon, tornou-se clássica na internet e é usada a todo instante. A citação faz sentido, pois planejar-se muito nem sempre dá certo. Apesar disso, ter um projeto é essencial para seguir nos trilhos e, ter alguma chance, de realizar os sonhos.

A organização financeira é fundamental nos momentos imprevistos, como uma doença, um acidente, a perda de um emprego ou, simplesmente, uma mudança de cidade. Quem tem uma gestão boa nessa área consegue lidar melhor com o inesperado, mesmo sem tantos recursos. Para aqueles que conseguem manter sua trajetória dentro da prevista, um planejamento costuma ter efeitos melhores ainda e assegurar uma aposentadoria mais feliz e confortável. 

Por isso, a seguir vamos mostrar alguns passos, para ter um futuro mais tranquilo.

Fazer contas

Saber o quanto se está gastando e em quê é muito importante para o controle do orçamento doméstico. Anote todas as despesas e receitas. Mesmo não sendo possível cortar gastos, ter uma ideia da movimentação da conta ajuda a criar uma consciência financeira.

Clique aqui e baixe a Planilha de Orçamento Financeiro

Economizar

Depois de se ter uma noção real do orçamento, o ideal é guardar, ao menos, 10% do salário, por mês. Recomenda-se separar o dinheiro na hora em que se recebe e considerar apenas a quantia restante como salário líquido. Dessa forma, torna-se mais fácil adquirir disciplina para economizar. 

Planeje-se também a longo prazo.

A maioria de nós costuma ter uma ideia do que deseja a longo prazo. Mas e o que precisamos? Quando pensamos em planejamento financeiro, alguns idealizam a casa própria ou a abertura de uma empresa. Outros só querem pagar as contas em dia. Existem, contudo, alguns itens não listados na categoria “sonho” que deveriam ser considerados no momento de organizar o futuro.

Saiba quanto poupar por mês para atingir seus objetivos: Clique aqui e faça uma simulação

A aposentadoria é um deles. Uma parcela de pessoas acredita que contribuir para o INSS é “o suficiente”. O rombo na Previdência Social, as mudanças constantes das regras e o teto máximo do benefício, no entanto, não asseguram que esse dinheiro vá conseguir manter um padrão de vida confortável e tranquilo na terceira idade. Principalmente, porque é depois dos 60 anos em que as despesas de saúde aumentam e o ritmo de trabalho diminui. 

Por isso, parte do dinheiro economizado deve ser investido a longo prazo, pensando no futuro, que, talvez, seja bem instável. Uma opção, nesse sentido, pode ser a previdência privada. Dependendo do plano, é possível ter até mesmo benefícios fiscais, que chegam a 12% da renda bruta anual, durante o tempo de contribuição. 

Se você já pensou sobre todos itens, parabéns! Não são todas as pessoas que são tão organizadas assim. Agora, se nunca tinha refletido a respeito dessas questões ou não havia considerado situações tão à frente, pode ser a hora de começar a estudar o assunto. Projetar é a melhor forma de se enfrentar os obstáculos inevitáveis pelo caminho. De resto, “let it be”, como também diria John Lennon.

Fonte: Blog Icatu Seguros

Facebook Comments
%d blogueiros gostam disto: