9 carros com o conserto mais barato de 2018

No trânsito, estamos sujeitos a acidentes e infortúnios a todo o momento. Nem mesmo o condutor mais prudente escapa dessa realidade. Depois do susto de uma batida, seja de impacto pequeno ou grande, logo pensamos em obter um conserto mais barato e aí já nos preparamos para acionar o seguro.

Nessa hora, é bom avaliar se valerá a pena arcar com a franquia para fazer o conserto do seu carro pela seguradora. A franquia é um valor obrigatório cobrado pelas companhias de seguros quando ocorrem sinistros com danos parciais ao próprio veículo.

Então, se acontecer um acidente com você, e você tem o seguro do carro, fique calmo. Veja se há a necessidade de socorrer alguém que se feriu em função da colisão e preste o devido socorro. Em seguida, remova o carro e desobstrua a via. Caso os veículos impeçam o fluxo de trânsito, podem ser multados – a menos que seja impossível removê-los sem a ajuda do guincho.

Resolva amigavelmente a responsabilidade da batida com o outro condutor e tire fotos dos veículos envolvidos. Se ambos acharem por bem, acionem a polícia para registrarem o boletim de ocorrência (BO). O BO só é obrigatório quando há alguma vítima no acidente. Resolvidas todas as pendências urgentes, é hora de ligar para a seguradora.

E o conserto, quanto fica?

A companhia de seguro enviará um reboque para levar o carro sinistrado a uma oficina. É aí que começa a jornada dos preços do conserto e diante da cotação, você vai decidir se aciona ou não a franquia.

Precificar o conserto de um carro envolve vários fatores. Por isso, uma pesquisa desenvolvida pelo Centro de Experimentação e Segurança Viária (Cesvi) avaliou o custo e o grau de dificuldade de reparo dos carros disponíveis no mercado brasileiro.

Qual é o conserto mais barato?

Durante o ano de 2017, a pesquisa acompanhou 28 modelos de veículos, por solicitação das próprias montadoras instaladas no Brasil e na América do Sul. A metodologia adotada envolveu acidentes reais, onde os carros avaliados sofreram sinistros nas partes dianteira esquerda e traseira direita. Depois, foram levados a uma oficina mecânica para avaliação e orçamento, com tempo, valor de reparo, e peças de reposição.

Para classificar os modelos, foi determinado um índice por notas que vão de 10 a 60. A nota mais baixa determina o veículo mais econômico, e a nota máxima determina o veículo com o reparo mais caro. Veja a avaliação dos 9 mais bem avaliados quanto ao valor do conserto:

1 – Volkswagen UP e Cross UP

Índice de economia: 10

Volkswagen Up

 

2 – Chery QQ

Índice de economia: 17

Chery QQ

 

3 – Citroën Novo C3 Hatch

Índice de economia: 17

Citröen C3 Hatch

 

4 – Toyota Etios Sedan

Índice de economia: 17

Toyota Etios Sedan

 

5 – Volkswagen Space Fox

Índice de economia: 18

Volkswagen Space Fox

 

6 – Novo Fox

Índice de economia: 20

Volkswagen Novo Fox

 

7 – Peugeot 208

Índice de economia: 20

Peugeot 208

 

8 – Renault Sandero

Índice de economia: 20

Renault Sandero

 

9 – Toyota Ethios Hatch

Índice de economia: 20

Toyota Etios Hatch

Facebook Comments
%d blogueiros gostam disto: