10 dicas para evitar o câncer

O dia 04/2 é considerado o Dia Mundial do Câncer. Criada pela União Internacional de Controle do Câncer (UICC), a data visa mobilizar pessoas e organizações mundiais para reforçar a importância de adoção de hábitos saudáveis, atitudes de prevenção, diagnóstico precoce e tratamento, fundamentais para o controle da doença.

O Brasil caminha para se tornar em 2030 um dos países com maior percentual de população idosa no mundo. Ampliar o tempo de vida saudável dessa população possibilita não somente ganho econômico para o país (maior vida produtiva da população), mas principalmente a oportunidade de desfrutarmos a ampliação de uma convivência saudável e geradora de aprendizado com nossos familiares e amigos.

De acordo com informações do Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca), entre 2016 e 2017 ocorreram cerca de 600 mil novos casos de câncer no Brasil. O tipo mais frequente é o câncer de pele, que corresponde a 30% de todos os tumores malignos registrados no país.

No caso das mulheres, também são comuns o câncer de mama, intestino, colo do útero, pulmão e estômago. Já nos homens, a doença ocorre com mais frequência na próstata, pulmão, intestino, estômago e cavidade oral.

O Inca lista 10 dicas para evitar o câncer:

1 – Evite fumar

Essa é a principal dica para prevenir o câncer. Ao fumar, são liberadas no ambiente substâncias tóxicas e cancerígenas que são inaladas por fumantes e não fumantes. Não fumar é fundamental para a prevenção do câncer.

2 – Bons hábitos alimentares

Coma mais frutas, legumes e verduras e menos alimentos gordurosos, enlatados e salgados. Procure comer cinco porções de frutas, legumes e verduras por dia. Prefira alimentos cozidos ou assados em vez das de frituras.

3 – Atividade física regular

Realizar pelo menos 30 minutos de atividade física leve ou moderada por dia previne não somente o aparecimento do câncer, mas também o risco de diabetes e doenças vasculares (infarto e derrame). Pode ser uma caminhada, varrer a casa, levar o cachorro para passear, subir escadas, caminhar para o trabalho, entre outras atividades físicas.

4 – Manter o peso ideal

Controlar o peso é importante, pois associados a vários problemas de saúde, entre eles hipertensão, diabetes, infarto, derrame e câncer. O excesso de peso na infância e no início da vida aumenta a chance de excesso de peso na vida adulta.

5 – Evite o consumo de álcool

Quantidades moderadas de bebida alcoólica (um drinque por dia para as mulheres e dois para os homens) reduzem o risco de infarto. Para reduzir o risco de câncer, recomenda-se não ingerir bebidas alcoólicas.

6 – Cuidado com o sol

A exposição exagerada ao sol aumenta o risco de câncer de pele (além de outras doenças como catarata), principalmente se a exposição ocorrer sem proteção (barracas, chapéu, óculos escuros, filtro solar). Evite se expor exageradamente ao sol nos horários entre 10-16h. Se o fizer, não se esqueça de se proteger.

7 – Exames preventivos

Para alguns tipos de câncer, como o de mama, colo do útero e intestino grosso (cólon), a realização de exames preventivos, periodicamente a partir de certa idade, diminuem o risco de morte por estes cânceres. Converse com seu médico sobre esses exames.

8 – Risco ocupacional

Alguns tipos de trabalho aumentam o risco de câncer pelo fato de exporem o trabalhador a fatores de risco, como substâncias químicas, fumo no ambiente de trabalho, radiação solar, radiação ionizante (raios X), entre outros. Procure saber mais sobre os riscos ocupacionais com a área de saúde do trabalhador de sua empresa.

9 – Risco ambiental

O nosso meio ambiente pode ser responsável por muitos agravos à saúde. Ambientes insalubres, substâncias químicas nos solos e alimentos (como fertilizantes e agrotóxicos) e poluição atmosférica (por emissão de gases poluentes pelas fábricas e pelos automóveis) podem aumentar o risco de câncer. Exerça sua cidadania e controle a exposição desses riscos, exigindo políticas públicas para reduzi-los.

10 – Comportamento de risco

Alguns hábitos de vida aumentam o risco de desenvolver câncer. Além dos fatores alimentares e os relacionados à atividade física e ao consumo de cigarro, outros hábitos de vida aumentam o risco de câncer. A utilização sem controle de alguns medicamentos, relações sexuais sem proteção e a utilização exagerada de exames radiológicos (radiação ionizante) podem aumentar o risco do aparecimento da doença. Procure sempre uma orientação médica sobre esses riscos.

Facebook Comments
%d blogueiros gostam disto: